quarta-feira, 29 de junho de 2016

PADRONIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS PARA AÇÕES VISANDO O RESTABELECIMENTO DA ORDEM PÚBLICA

Ações Preliminares

Composição do efetivo do Grupo de Controle de Tumultos:

01 Comandante
01 Adjunto
18 Escudeiros
02 Atiradores
02 Seguranças (Atiradores)
02 Lançadores
02 Granadeiros
02 Socorristas

Total: 30

Composição do Efetivo de cada Grupo Auxiliar, totalizando 02 Grupos:

01 Comandante
01 Adjunto
28 Guardas

Total: 60

Composição do Grupo de Apoio Tático:

Viatura de Apoio Tático Comando

01 Comandante
01 Motorista
02 Patrulheiros

Para cada Viatura de Apoio Tático, totalizando 04 Viaturas

01 Comandante
01 Motorista
02 Patrulheiros

Total: 20

Comando da Operação:

01 Comandante
04 Assessores (apoio logístico, gerenciamento de informações, apoio jurídico, e assessoria de imprensa)

Total: 05

Efetivo total envolvido nas operações: 115

Cronograma de atividades:

Solicitar o apoio de unidades do SAMU e de Agentes de Fiscalização de Trânsito.

Acionar o plano de chamada.

Determinar para que todos fiquem prontos para o serviço.

Reunir todo efetivo para passar informações sobre a situação que originou a necessidade do emprego da Guarda Municipal e quais serão as missões a serem cumpridas.

Orientar sobre o uso do equipamento para controle de tumultos e do armamento não letal, e determinar para que todos se equipem.

Fazer um treinamento com o Grupo de Controle de Tumultos e depois integrando os outros Grupos na formação.

Reunir todos para uma última inspeção, estabelecer a ordem de embarque nas viaturas e qual será o itinerário, ou itinerários para cada um dos objetivos.

Deslocar até o local, ou locais determinados.

Dar início ao cumprimento das missões.

Ações durante a Crise

Organização do Efetivo para Ações Preventivas:

Formar duas linhas formadas pelos Grupos Auxiliares.

Formar uma terceira linha formada pelo Grupo de Controle de Tumultos.

As viaturas de Apoio Tático permanecem a retaguarda.

Outras viaturas de patrulhamento podem ser direcionadas para atuar juntamente com os Agentes de Fiscalização de Trânsito para que o trânsito seja desviado para outros locais.

Ações para o controle de Multidões:

Os grupos auxiliares se posicionam nos flancos e a retaguarda do Grupo de Controle de Tumultos.

O Grupo de Controle de Tumultos assume posição à frente e adota posição defensiva.

As viaturas permanecem a retaguarda.

Ações para a Dispersão de Multidões:

O comandante do Grupo de Controle de Tumultos inicia uma negociação com os manifestantes, com auxilio dos meios necessários para preservar sua integridade física da equipe que o estiver auxiliando diretamente.

Não sendo possível uma saída pacífica, o Grupo de se posiciona em “Linha” e os operacionais assumem a posição “Guarda Alta”.

São utilizados de maneira gradativa e dentro das especificações o armamento não letal para que os manifestantes se afastem e o Grupo avança gradativamente.

Os grupos auxiliares protegem os flancos e as viaturas de Apoio Tático fazem a cobertura da retaguarda.

Se necessário os Grupos Auxiliares farão a detenção de manifestantes e as Viaturas de Apoio Tático farão a condução dos mesmos até o Plantão Policial.

Ações Complementares

Realizar uma varredura do local, determinando-se a cada grupo uma área de responsabilidade, ficando sob a responsabilidade das viaturas do Apoio Tático e demais viaturas as verificações de áreas mais distantes.

Os grupos se reúnem em local determinado pelo comandante e cada um transmiti um relatório da situação.

Solicitar a todos que retornem às suas bases e façam a manutenção e devolução dos materiais usados aos lugares de origem.

Solicitar relatórios de situação de todos os Grupos de Trabalho.

Estabelecer descansos programados para todo efetivo empregado, de maneira que não aconteçam transtornos para o serviço.

Reunir os chefes das equipes para fazer uma avaliação do ocorrido e confeccionar um relatório final da situação para subsidiar planejamentos para ações futuras.
Osvaldo Zuim Junior
Guarda Municipal de Jundiaí

Nenhum comentário: